Lei trava teste de autocarro sem condutor no Porto

Circulação de veículo autónomo em trânsito real, prevista para Asprela, é proibida. Governo alterará lei para permitir futuros ensaios.

Os testes dos miniautocarros sem condutor, anunciados para o outono no Porto pela Agência Nacional de Inovação, não serão realizados. Os três veículos autónomos, desenvolvidos por três equipas europeias e canadiana no âmbito do projeto Fabulos, não percorrerão as ruas da Asprela, porque o Código da Estrada impede a circulação de viaturas sem motorista na via pública entre o trânsito. O Governo prepara uma alteração legislativa, que abrirá a porta à realização de ensaios futuros.

“Apesar da STCP ser um dos parceiros do projeto Fabulos e todos desejarmos a realização de um ensaio nas estradas do Porto, não é legalmente possível. As autoridades de gestão rodoviária portuguesas não permitem a circulação de veículos autónomos, misturados com o trânsito regular”, explica Renske Martijnse-Hartikka ao JN, 16 dias após a Agência Nacional de Inovação ter anunciado os ensaios na Invicta para o outono.

Partilhe
error20

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *